Ecologia

Projeto de construção de hidrelétricas pode inviabilizar o Rio Macaé para o turismo.

Um dos maiores patrimônios ambientais de Nova Friburgo e do Estado do Rio é a bacia do Rio Macaé por suas águas limpas e sua grande biodiversidade, protegida atualmente pelos limites da APA Estadual Macaé de Cima, onde se situam as vilas de Lumiar, São Pedro da Serra, Rio Bonito e Galdinópolis. A APA estadual Macaé de Cima foi criada em 2001 e tem 35 mil hectares. O rio Macaé nasce em Nova Friburgo, na região de Macaé de Cima, passa por Lumiar, entre outras localidades, e desce...

Leia mais...

Jardim Botânico firma convênio para repatriar flora brasileira

CLIPPING Instituto entra na segunda etapa para contemplar amostras brasileiras que estão depositadas no Jardim Botânico de Kew, no Reino Unido. O Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) firmou no dia 25/6 um convênio que prevê o repatriamento virtual de amostras da flora brasileira que estão em instituições estrangeira. As amostras serão incorporadas ao projeto Herbário Virtual. O programa é uma parceria do Jardim Botânico com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e...

Leia mais...

O Planeta sobreviverá, a questão é se sobreviveremos com ele

Não resta a menor dúvida que nosso estilo de vida sobre o Planeta é insustentável e está avançando sobre os estoques naturais da Terra, comprometendo as gerações atuais e futuras. De acordo com Relatório Planeta Vivo 2002, elaborado pelo WWF, o ser humano usa 20% a mais do que a terra pode repor. Além disso, é preciso considerar que este avanço sobre os recursos do Planeta não se dá de maneira igual para todos. Existe um enorme desequilíbrio entre África e Ásia, que usam os recursos...

Leia mais...

Quando a gestão da água vai entrar para o debate sobre o desenvolvimento do Brasil?

Elemento vital para a sociedade e a economia, a água ainda não ocupa um lugar estratégico no debate sobre o desenvolvimento do país. Mesmo detendo cerca de 12% de toda água doce superficial do planeta, o Brasil vem falhando na gestão deste recurso natural tão precioso. A gestão das águas não é discutida em profundidade pela sociedade brasileira e tampouco pelos tomadores de decisão. No entanto, não há momento mais oportuno do que este para olharmos a gestão de recursos hídricos no território...

Leia mais...

Agropecuarista defende mais florestas para combater falta d’água

As secas prolongadas que têm afetado diversos estados e levado à iminência de racionamento na maior cidade do país, São Paulo, não se resolverão só com a volta das chuvas. É preciso reflorestar as nascentes e margens dos rios para garantir um suprimento de água confiável e perene. O alerta não vem de setores ambientalistas, mas de um segmento durante muitos anos associado à derrubada das matas: os agropecuaristas. A segurança hídrica afeta não só as torneiras da população, mas coloca...

Leia mais...

Crescimento populacional leva à aquecimento e extinção

Demorou cerca de 200 mil anos para os humanos chegarem a uma população global de um bilhão. Mas, em duzentos anos, multiplicamos isso por sete. Na verdade, nos últimos 40 anos, acrescentamos um bilhão a mais a cada doze anos, aproximadamente. E as Nações Unidas preveem que acrescentaremos outros quatro bilhões – para um total de 11 bilhões – até o final do século. Apesar disso, poucos cientistas, legisladores ou mesmo ambientalistas estão dispostos a conectar publicamente o incrível...

Leia mais...

Como a Costa Rica virou um fenômeno verde mundial

Não é só no futebol que a Costa Rica surpreende. Com inovação, planejamento e boa gestão, este pequeno país da América Central mandou para escanteio uma das maiores taxas de desmatamento do mundo, transformando-se em exemplo de conservação ambiental e disputado destino de ecoturismo. Na década de 70, quase 80% da cobertura florestal da Costa Rica havia praticamente desaparecido para dar espaço à criação de gado para produção de carne bovina, que tinha como principal comprador (e financiador)...

Leia mais...

Sustentável sim, mas para quem?

Seria muito cômodo acreditar que só os donos do poder econômico e político são egoístas, materialistas e hipócritas. Na verdade, cada um de nós que coloca a sua idéia de felicidade, sucesso, prestígio ou reconhecimento social no acúmulo de bens e dinheiro reforça esse modelo. Vilmar Berna O planeta não é um enorme armazém de recursos infinitos, por um lado, e uma enorme lixeira capaz de absorver indefinidamente os nossos restos, por outro. O atual modelo de desenvolvimento tem usado o...

Leia mais...

28 sinais de que o planeta está em perigo

Águas contaminadas, ar poluído, solo degradado, desequilíbrio ecológico, clima em transe...Os alertas são claros: o mundo agoniza — e nós também O dia 5 de junho foi o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para nós, urbanoides, pode parecer algo distante e vago. Há tempos, a humanidade se distanciou da natureza a ponto de se julgar autosuficiente e independente do meio ambiente. Mas o ritmo das transformações pelas quais o mundo vem passando está se acelerando e seria um perigo ignorar isso. É...

Leia mais...

Mundo está à beira de uma extinção em massa

CLIPPING Espécies de plantas e animais estão sendo extintas mil vezes mais rápido do que acontecia antes dos seres humanos existirem. E o problema não acaba por aí. Segundo cientistas, o mundo está à beira de sua sexta extinção em massa. Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista Science. O estudo analisou as taxas de extinção passadas e presentes. Então, descobriu que a taxa era mais baixa no passado do que o imaginado. O ritmo de extinção era de uma espécie a cada 10 milhões por...

Leia mais...

População precisará de 40% a mais de água em 2030

Na mesma semana em que se comemorou o Dia Mundial da Água (22 de março), a Organização das Nações Unidas (ONU) previu que, em 2030, a população global vai necessitar de 35% a mais de alimento, 40% a mais de água e 50% a mais de energia. Neste ano, as celebrações giram em torno do tema Água e Energia e a relação arraigada entre esses dois elementos foi destaque na reunião da ONU, em Tóquio, para celebrar o dia. Água e energia estão entre os desafios globais mais iminentes,...

Leia mais...

Quanto de barbárie existe ainda dentro de nós?

O ser humano é uma equação ainda não resolvida: cloaca de perversidade para usar uma expressão de Pascal e ao mesmo tempo irradiação de bondade de uma Irmã Dulce na Bahia que aliviava os padecimentos dos mais miseráveis. Leonardo Boff Perversidades sempre existiram na humanidade, mas hoje com a proliferação dos meios de comunicação, algumas ganham relevância e suscitam especial indignação. O caso mais clamoroso, nos inícios de maio de 2014, foi o linchamento da inocente Fabiane Maria de...

Leia mais...

5 ideias para economizar água no dia a dia

Fundação SOS Mata Atlântica A água é um bem essencial para a vida no planeta, mas problemas como a poluição, a destruição das fontes e o desperdício deste recurso coloca em risco a sua oferta. A situação é tão crítica que cresce o número de cidades com risco de desabastecimento. Já está mais do que na hora de olhar com carinho e cuidado para este recurso que está no ambiente ao nosso redor e dentro de nós. Confira algumas ideias para economizar água: 1....

Leia mais...

Um mundo melhor é possível

Ao escrever, o escritor deve solicitar um pacto com o leitor, que ele colabore em transformar o mundo, a sua realidade...” - Sartre Vilmar Berna* É preciso, na verdade, e urgente, mudar nosso estilo de vida a fim de assegurar a preservação do meio ambiente e isso além de não ser uma tarefa pequena, não é nada fácil, por que estamos falando de mudança, e mudar não é fácil, ainda mais quando o tipo de mudança necessária requer não apenas nosso esforço pessoal, mas também o esforço de toda uma...

Leia mais...

Imprensa ainda ajuda a disseminar confusão sobre as mudanças climáticas

Levantamento em seis países mostra que oito em cada dez reportagens sobre o aquecimento global têm como pauta o ceticismo climático, apesar de a comunidade científica, em sua maioria, apoiar a teoria. * O jornalismo tem um papel muito importante na conscientização da sociedade sobre as consequências das mudanças climáticas ao “traduzir” estudos científicos para que os cidadãos saibam o que já está acontecendo ao seu redor e quais serão os impactos em suas vidas caso nada seja feito para...

Leia mais...

Brasil é o país mais perigoso para defender o direito à terra e ao meio ambiente

Em muitos casos, os direitos à terra não são reconhecidos pela lei nem na prática. Em muitos casos, os direitos à terra não são reconhecidos pela lei nem na prática. Defender os direitos ambientais é uma das atitudes mais arriscadas no nosso país. É o que mostra o relatório da ONG britânica Global Witness, que foi divulgado na última terça-feira (15). O documento que analisa casos de assassinatos relacionados à causa ambiental e fundiária registrou 448 mortes só no Brasil. O levantamento...

Leia mais...

Relatório adverte sobre futuro sombrio do clima

Secas, inundações, conflitos, perdas econômicas cada vez mais profundas. Este é o cenário que aguarda o planeta caso não se reduzam as emissões de dióxido de carbono (CO2), advertem cientistas da ONU em seu próximo relatório sobre o aquecimento global. O rascunho do próximo informe do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), ao qual a AFP teve acesso, faz parte de um amplo estudo que contribuirá para determinar políticas e orientar negociações nos...

Leia mais...

Relatório: rios brasileiros tem baixa qualidade

Estudo divulgado pela organização SOS Mata Atlântica analisou a qualidade da água de 96 rios, córregos e lagos de 7 estados das regiões Sul e Sudeste e aponta que 41% desses cursos d’água foram classificados como ruins e péssimos. Apenas 11% dos rios e mananciais mostraram boa qualidade – todos eles localizados em áreas protegidas e que contam com matas ciliares preservadas. As principais fontes de poluição e contaminação, segundo a ONG, são decorrentes da falta de tratamento de esgoto...

Leia mais...

A raiz última da crise ecológica

"Esta é a grande ruptura com a natureza e com o Criador que subjaz à crise ecológica. O problema está no tipo de ser humano que se forjou na história, mais uma “força geofísica de destruição”que um fator de cuidado e preservação." * Leonardo Boff Há muitas causas que levaram à atual crise ecológica. Mas temos que chegar à última: a ruptura permanente da re-ligação básica que o ser humano introduziu, alimentou e perpetuou com o conjunto do universo e com seu Criador. ...

Leia mais...

Os Dez Mandamentos do “Amigo do Planeta”

*Vilmar Berna 1 - Só Jogue Lixo no Lugar Certo É horrível quando a gente vê alguém jogando lixo no chão. As ruas, praças e qualquer logradouro público não são terra de ninguém, mas pertencem a todos. Você não jogaria lixo na casa de alguém, jogaria? Pois é, a rua pertence a todos, tem muitos donos. O lixo espalhado, além de atrair ratos, moscas, mosquitos, cria um aspecto horrível de poluição em sua cidade. E, depois, custa muito dinheiro de impostos para limpar, dinheiro que podia estar...

Leia mais...

7 milhões de mortes associadas à poluição

Cerca de 7 milhões de pessoas morreram em 2012 por exposição à poluição do ar, que se transformou no maior fator de risco ambiental para a saúde no mundo, alertou nesta terça-feira (25) a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo os novos dados divulgados nesta terça-feira, uma em cada oito mortes naquele ano foi causada pela exposição à poluição do ar, dado que duplica números anteriores e confirma que a poluição do ar é agora o maior fator de risco ambiental para a saúde humana. Reduzir a...

Leia mais...

A erosão do sentido da vida e as manifestações de rua

“(...) nossos desafios ambientais, econômicos, políticos, sociais e espirituais estão interligados”; é esta interligação real mas, em parte inconsciente, que leva milhares às ruas querendo outro mundo possível e agora necessário. Está lentamente ficando claro que as massivas manifestações de rua ocorridas nos últimos tempos no Brasil e também pelo mundo afora, expressam mais que reivindicações puntuais, como uma melhor qualidade do transporte urbano, melhor saúde, educação, saneamento,...

Leia mais...

Educação Ambiental: “e eu com isso?”

De pouco adianta conhecermos sobre reciclagem e mudanças climáticas se não reaprendermos sobre o respeito nas relações humanas e sobre as consequências de nossas ações. Jeany Amorim Em pesquisa realizada sobre “Meio Ambiente” com 300 adolescentes entre 12 e 14 anos, foi possível perceber que mais de 95% dos meninos reconhecem como Meio Ambiente a fauna e a flora, a natureza, algo a ser preservado, mas do qual o ser humano não faz parte, apenas interage – mal, diga-se...

Leia mais...

Planeta entra em zona de perigo com a maior concentração de CO2 da história

A concentração de dióxido de carbono (CO2) na nossa atmosfera superou, pela primeira vez, a marca de 400 partes por milhão (ppm). Assim, a Terra está entrando em uma “zona de perigo”, advertiu a ONU “O mundo tem que acordar e perceber o que isto significa para a segurança dos seres humanos, para seu bem-estar e seu desenvolvimento econômico”, completa a secretaria executiva da entidade, Christiana Figueres, que destacou que “ainda existe uma oportunidade para evitar os piores efeitos da...

Leia mais...

O sonho de uma civilização realmente planetária

“Em parte, o desamparo atual que toma conta de grande parte da humanidade, se deriva de nossa incapacidade de sonhar e de projetar utopias.” Leonardo Boff Em parte, o desamparo atual que toma conta de grande parte da humanidade, se deriva de nossa incapacidade de sonhar e de projetar utopias. Não qualquer utopia. Mas aquelas necessárias que podem se transformar em topias, quer dizer, em algo que se realiza, mesmo imperfeitamente, nas condições de nossa história. Caso contrário, nosso futuro...

Leia mais...

A gravidade da crise planetária

“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.” (Eduardo Galeano) Por: Sandra Mara Ortegosa Como resultado do avanço da globalização capitalista e do neoliberalismo, nos últimos trinta anos o mundo ingressou numa situação de crescente desemprego, exclusão social, violência e degradação...

Leia mais...

Um mundo mais quente é um mundo com fome

Os preços dos alimentos dispararão e centenas de milhares de pessoas morrerão de fome se não se agir com urgência para concretizar reduções importantes nas emissões derivadas da queima de combustíveis fósseis. Por Stephen Leahy, da IPS, publicado pela Envolverde. Segundo cientistas e ativistas, este deveria ter sido um dos principais assuntos na 18ª Conferência das Partes (COP 18), convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática, realizada no Catar, entre 26 de novembro e 8 de...

Leia mais...

O Impacto da alimentação na saúde do nosso corpo,da sociedade e do meio ambiente.

Reflita profundamente: “O que estou comendo? Que sistema estou financiando com minhas escolhas? Como meu alimento é produzido? Quem produz meu alimento? Qual impacto da minha dieta na saúde do meu corpo? E no meio ambiente?” Nilson Dias Muitas vezes pensamos que a alimentação tem um impacto apenas na saúde do nosso corpo, muitos até ignoram este fato tão óbvio. Porém, nossos hábitos alimentares estão diretamente relacionados com a economia, com o meio ambiente, com a cultura, com a...

Leia mais...

Confira as curtas ambientais do mês de abril de 2013

O aumento da demanda externa por carne bovina e soja fará o Brasil derrubar ainda mais florestas tropicais amazônicas, em uma inversão do recente sucesso na desaceleração das perdas florestais. Cerca de 30% do desmatamento no Brasil na última década até 2010 foi devido, justamente, aos agricultores e pecuaristas que procuravam terras para expandir a produção para exportação de carne bovina e soja, contra 20% nos anos 1990. “O comércio está emergindo como um fator chave para o desmatamento do...

Leia mais...

Impactos negativos ao meio ambiente custam US$ 4,7 trilhões por ano

A iniciativa Economia dos Ecossistemas e Biodiversidade, Teeb, calcula que os 100 principais fatores de impacto negativo ao meio ambiente custam, por ano, US$ 4,7 trilhões, ou mais de R$ 9 trilhões, para a economia mundial. A queima de carvão para geração de energia no leste da Ásia gera um gasto de US$ 453 bilhões por ano e lidera o ranking. Já a criação de gado na América do Sul é a segunda principal causa das perdas econômicas. O relatório da Teeb, parceira do Programa da ONU para o Meio...

Leia mais...

Mudanças climáticas afetam previsões astrológicas dos índios

As previsões que os índios da Amazônia brasileira fazem com a ajuda dos astros para determinar o melhor momento para plantar ou pescar, entre outras atividades, se veem afetadas pelas mudanças climáticas, segundo constatou um estudo realizado com diferentes etnias indígenas no Brasil. “Os xamãs passaram a se queixar que suas previsões estavam perdendo a exatidão e, a partir dessas indagações, descobrimos que alguns fenômenos provocados pelas mudanças climáticas afetavam seus cálculos”,...

Leia mais...

Catástrofes naturais e humanas custaram US$ 186 bi em 2012

As catástrofes naturais e humanas custaram US$ 186 bilhões em 2012, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira pela companhia de seguros suíça Swiss Re. As perdas seguradas chegaram a US$ 77 bilhões, fazendo de 2012 o terceiro ano mais caro na história dos seguros, informou o grupo suíço em um comunicado. O total é, no entanto, inferior ao de 2011, marcado por um número recorde de terremotos e também pelo tsunami que atingiu a costa do Japão. Em 2011, as perdas seguradas foram de US$...

Leia mais...

FMI pede o fim dos US$ 1,9 trilhão em subsídios para os combustíveis fósseis

28/03/2013 Segundo o estudo "Reforma nos Subsídios da Energia – Lições e Implicações" (Energy Subsidy Reform – Lessons and Implications), divulgado oficialmente nesta quarta-feira (27) pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), os países estão destinando anualmente quase 2,5% do PIB mundial para subsidiar os combustíveis fósseis, dinheiro que a entidade afirma seria mais bem empregado para garantir o crescimento sustentável e medidas de adaptação e mitigação às mudanças...

Leia mais...

Pelo menos 110 países já consideram as mudanças climáticas uma questão de segurança nacional

28/03/2013 Uma pesquisa realizada pela American Security Project (ASP), uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo avaliar assuntos que possam representar riscos para a segurança dos Estados Unidos, analisou as estratégias de defesa e políticas militares de 155 países e descobriu que pelo menos 110 deles já classificam as mudanças climáticas como uma questão de segurança. Entre essas nações estão todas as grandes potências mundiais, como Estados Unidos, China, Rússia, Japão e...

Leia mais...

Estudo sugere que aquecimento global está acelerando

27/03/2013 Algumas pesquisas recentes indicam que o aquecimento global estaria reduzindo seu ritmo nos últimos 15 anos e entrando em um equilíbrio, o que constantemente é usado pelos céticos climáticos para ‘aliviar’ a situação das mudanças climáticas. Mas um novo estudo aponta que, na verdade, o fenômeno não está diminuindo seu ritmo, mas sim acelerando. A análise mostra que a falsa impressão de que o aquecimento global estaria reduzindo é devido ao fato de que a maioria das pesquisas...

Leia mais...

Árvores podem ajudar a diminuir o crime nas grandes cidades

Um estudo da Universidade de Temple, nos EUA, indica que, além de melhorar a qualidade do ar e deixar a paisagem urbana mais agradável, as árvores também podem combater a criminalidade nas grandes cidades, reduzindo, principalmente, o número de casos de agressão, furto e roubo. Segundo os cientistas da universidade, localizada na Pensilvânia, as árvores, os arbustos, praças e parques com a vegetação bem cuidada incentivam a interação social e a ocupação da comunidade nos espaços públicos,...

Leia mais...

Agricultores paulistas são remunerados para preservar florestas e rios

Um projeto de repasse de verbas a agricultores para que replantem a flora nativa e preservem os rios ganha força no interior paulista, em uma região antes dominada pela exuberante Mata Atlântica e que deu lugar ao pasto para pecuária, afetando a disponibilidade de água para milhões de pessoas. Com este objetivo, a cervejaria Ambev, a maior da América Latina, se associou à ONG The Nature Conservancy para desenvolver em Jaguariúna, a 130 quilômetros de São Paulo, um programa que assegure o...

Leia mais...

Avanço das lavouras sobre as florestas tropicais preocupa

Estudo em 128 países, incluindo no Brasil, aponta que entre 1999 e 2008 a expansão da agricultura foi responsável pela destruição de 4,8 milhões de hectares de florestas por ano Não é novidade para ninguém que o aumento em larga escala de grandes plantações está prejudicando e muito a conservação dos ecossistemas, e uma das maiores vítimas disso é a florestal tropical. E neste 21 de março, primeira comemoração do Dia Internacional das Florestas, uma nova pesquisa publicada no periódico PLoS...

Leia mais...

Clima precisa de menos discussões na ONU e mais ações de mercado, defende União Europeia

Menos conferências das Nações Unidas e mais incentivos através da precificação do carbono poderiam acelerar os esforços internacionais para reduzir o ritmo do aquecimento global, defende uma minuta da Comissão Europeia vista pela Reuters. As discussões sob a ONU ainda precisam se recuperar do desastre que foi a conferência de Copenhague em 2009, quando as negociações falharam e os encontros subsequentes foram altamente criticados por se arrastar semanas a fio e ainda assim evoluir pouco. A...

Leia mais...

Reservas de energia alternativa no Brasil e nos Estados Unidos podem ser maiores do que as de combustível fóssil

20/03/2013 Quando se compara as energias renováveis às fontes fósseis, é muito comum considerar a capacidade e a geração atuais das energias limpas, enquanto que em se tratando dos combustíveis fósseis, o usual é levar em consideração também a possível contribuição para as futuras décadas. De fato, é difícil mensurar e comparar o potencial entre renováveis e fósseis. Mas pela primeira vez, um novo estudo da Bloomberg New Energy Finance (BNEF) colocou o potencial de energias fósseis e...

Leia mais...